Atividade Esportiva

Orientação e avaliação das principais atividades esportivas que envolvem o membro superior

Reabilitação Inteligente

Retorno às atividades e orientação direcionada

Resultados

Tratamento individualizado para obtenção dos melhores resultados

Vida Diária

Tratamento visando qualidade de vida para suas atividades diárias

Qualidade de Vida

Devolvendo aos nossos amigos a sensação de independência

Hobby

Doenças específicas tratadas por especialista

Esporte

Recuperando o tempo perdido

Tendinite Calcarea (calcificada)

  

Introducao

Tendinite Calcárea ou Tendinite Calcificada do ombro ocorre quando existe a formação de depósitos de cálcio nos tendões do ombro. Os tecidos ao redor do depósito de cálcio podem se tornar inflamados causando dor no ombro. Esta condição é bastante comum e na maioria das vezes atinge pessoas com mais de 40 anos.

Este guia vai ajudar você a entender

  • o que acontece no ombro com tendinite calcificante
  • como é feito o diagnóstico
  • como tratar

calcarea

Anatomia

Qual parte do ombro é afetado?

  Tendinite calcificada ocorre nos tendões do manguito rotador. 

Depósitos de cálcio geralmente formam sobre e dentro do tendão do manguito rotador chamado de tendão supra-espinhal.

Existem dois tipos diferentes de tendinite calcificada do ombro: calcificação degenerativa e calcificação reativa. O desgaste e o envelhecimento é a principal causa de calcificação degenerativa. Com o tempo, o fluxo sanguíneo para os tendões do manguito rotador diminui fazendo com que o tendão fique mais fraco e surgem micro-rupturas. Depósitos de cálcio surgem nos tendões danificados como parte do processo de cura. Este processo é fisiológico do corpo, não constituindo uma doença e normalmente não traz sintomas.

calcarea2

Calcificação reativa é diferente. Por que isso ocorre não está claro. Não parece estar relacionada à degeneração. Especialistas classificam em três etapas. Fase pré-calcificada, Fase calcificada, Fase pós-calcificada.

Inicialmente ocorre uma deposição de cálcio idiopática (isto é, sem causa definida). Este cálcio então é organizado e aumenta de volume. Neste estado ele pode manter-se lá no tendão sem causar nenhum dano ou qualquer sintoma (assintomático) ou pode iniciar um processo de inflamação causando dor intensa no ombro. O motivo por que alguns casos permanecem "silenciosos, assintomáticos" e outros são dolorosos ainda não foi descoberto.

calcarea3

 

Causas

Por que eu desenvolvi tendinite calcificada?

Ninguém sabe realmente o que causa a tendinite calcificante. Desgaste e  envelhecimento estão envolvidos na calcificação degenerativa.  Alguns pesquisadores acreditam que os depósitos de cálcio formam quando não há oxigênio suficiente para os tecidos do tendão. 

Calcificação Reativa é um mistério ainda maior. Este tipo de patologia geralmente ocorre em pacientes mais jovens e muitas vezes pode curar-se sozinho.

Sintomas

Quais são os sintomas dessa condição?

Enquanto o cálcio está sendo depositado, você pode sentir apenas uma dor leve, ou até mesmo não ter dor alguma. Por alguma razão desconhecida, tendinite calcificante torna-se muito dolorosa quando os depósitos estão sendo reabsorvidos.A dor e a rigidez da tendinite calcificada podem causar a perda de movimento em seu ombro. Levantar o braço pode tornar-se doloroso. Em alguns casos pode também interferir no sono.

Diagnostico

Como é feito o diagnóstico?

A tendinite calcárea pode apresentar-se de várias formas distintas, imitando sintomas como síndrome do impacto, ruptura de manguito rotador, capsulite adesiva. A história clínica e a experiência do médico irá delinear a forma de investigação.

O exame mais simples e mais eficaz para a avaliação dos depósitos de cálcio é a simples radiografia. Entretanto, devido às amplas variações clínicas desta patologia, muitas vezes seu médico pode solicitar outros exames para excluir outras patologias.

Tratamento


O tratamento nao-cirurgico

O tratamento inicial é conservador com repouso, utilização de medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos.

Durante algumas fases (principalmente na fase reabsortiva), a dor pode ser muito intensa. Neste período o mais importante é o repouso e o controle correto da dor.

O tratamento com reabilitação fisioterápica será prescrito. Primeiramente, a terapia se concentra em aliviar sua dor e inflamação. Os tratamentos podem incluir calor ou gelo. Os terapeutas podem aplicar tratamentos com ultra-som. 

Terapia por ondas de choque é uma nova forma de tratamento não cirúrgico. Ela usa uma máquina que gera pulsos de ondas de choque para a área dolorida. Este tratamento ainda está em fase experimental e ainda não possui dados concretos na literatura médica que comprovem seu real valor no tratamento desta patologia.


Cirurgia

Se a dor e a perda do movimento continuam a agravar-se ou estão interferindo na sua vida diária, você pode precisar de uma cirurgia.

Ressecção Artroscópica

A técnica cirúrgica mais utilizada para corrigir tendinite calcificada do ombro é a cirurgia artroscópica. O cirurgião utiliza o artroscópio para localizar o depósito de cálcio no tendão do manguito rotador. Assim que o depósito for encontrado, o cirurgião realiza a ressecção (remover) dos depósitos de cálcio e limpa toda a área. Algumas vezes, quando os depósitos são grandes, é necessário dar pontos no tendão para evitar que ele fique fraco e rasgado.


calcarea4

Reabilitacao

O que devo esperar após o tratamento?

Reabilitacao nao cirurgica

O programa de reabilitação tem como principal função diminuir o processo inflamatório local, ganhar amplitude de movimento e fortalecer os tendões do manquito rotador.

 Apos a cirurgia

Recuperação após a cirurgia do ombro pode ser um processo lento. Você provavelmente terá que freqüentar sessões de terapia por seis a oito semanas, e você deve apresentar uma recuperação total em torno de três a quatro meses. O movimento precoce do ombro deve ser encorajado precocemente dependendo to tamanho das lesões.

Quando não há necessidade de dar pontos no tendão, a reabilitação é precoce com exercícios de ganho de amplitude de movimento já na primeira semana. Quando são necessários pontos, deve-se atrasar a reabilitação por 4-6 semanas para a correta cicatrização da lesão.